sueca de 16 anos indicada ao Nobel da Paz

Greta Thunberg, uma sueca de 16 anos, foi indicada ao Nobel da Paz de 2019. Ignácio de Loyola Brandão se tornou um imortal na ABL. Saiba mais sobre os indicados.

Uma sueca de 16 anos foi indicada ao Nobel da Paz de 2019 nesta semana. Greta Thunberg liderou uma greve estudantil no último mês de agosto para exigir medidas contra a mudança climática na Europa.

O movimento criado pela adolescente, que consiste em faltar à escola um dia por semana, todas as sextas feiras, e sentar-se à porta do Parlamento sueco segurando um cartaz com os dizeres “Greve Escolar pelo Clima“, repercutiu e teve proporções globais.

 

sueca de 16 anos indicada ao Nobel da Paz

 

Atualmente mais de 70 países realizam protesto semelhante com a mesma frase traduzida em dezenas de línguas diferentes.

 

 

As atitudes de Greta e sua família também passaram por mudanças em prol deste movimento, claro. Dentre tantas substituições dentro de casa, a família Thunberg não viaja mais de avião para não contribuir com a emissão de gases. As viagens são feitas só de trem, desde então.

 

Ignácio de Loyola Brandão novo imortal da Academia Brasileira de Letras

 

Aqui no Brasil temos a notícia que Ignácio de Loyola Brandão é o novo integrante da Academia Brasileira de Letras. A ABL é uma instituição fundada em 1897 pelos escritores Machado de Assis, Olavo Bilac, Ruy Barbosa entre outros, com apenas 40 membros efetivos e perpétuos que só são substituídos após sua morte – exatamente por isso são alcunhados de imortais.

Este é um reconhecimento por esforços históricos em prol da unificação do idioma, sendo o português brasileiro e português europeu. Dos 40 membros, 20 são estrangeiros.

Em 2016 Loyola já havia recebido uma indicação, mas não quis. “Eu nunca tinha pensado em me candidatar, achava que não era pra mim. Mas é pra mim, também. Quero abraçar o mundo com as mãos, com os pés. Não sei quanto tempo mais eu tenho, mas sinto uma vontade grande de chegar lá em cima e esse era mais um passo, mais um degrau subido. E se vierem outros eu vou subindo, nem que sejam os da Penha”, disse o escritor de 82 anos ao Estado de São Paulo, ao receber a notícia.

Dentre as principais obras de Ignácio de Loyola Brandão estão os títulos “Não Verás País Nenhuma” (1981) e “Zero” (1974) – se ainda não leu, leia!

 

 

Fotos: Reprodução

Posts Relacionados

Deixe um comentário