melhor imagem do Sol já tirada

Saber do que o Sol é feito era um verdadeiro mistério, mas os astrônomos descobriram isso a partir de uma nova fotografia clicada pelo telescópio solar Daniel K. Inouye (DKIST).

Com um superzoom que faz dele o telescópio mais poderoso do mundo, o Daniel K. Inouye (DKIST), equipamento ativado em julho do ano passado, nos proporcionou a imagem de melhor qualidade já registrada do Sol até hoje.

imagem de melhor qualidade já registrada do Sol

Olhando assim, tem muita gente que pode achar que se trata de um pé de moleque ou qualquer outro doce caramelizado, mas os astrônomos conseguiram tirar muitas novas conclusões desse doce gigante – por exemplo, que o maior corpo celeste do nosso sistema solar é constituído por várias células agrupadas, e que cada uma delas tem mais ou menos o tamanho do estado norte americano do Texas!

foto do Sol

Pra gente ter ideia desse superzoom, cada fotografia abrange uma área de mais de 37.000 quilômetros do Sol.

Um dos objetivos com o novo telescópio solar é descobrir por que a atmosfera solar, chamada “Coroa solar“, é 300 vezes mais quente que sua superfície. Lá a temperatura supera um milhão de graus Celsius, o que provoca uma reação constante dos átomos e, consequentemente, produz o vento solar. Esse fluxo contínuo influi no clima terrestre, e por isso as novas descobertas são tão importantes.

telescopio solar

Pra quem tá familiarizado com o assunto, o DKIST é cinco vezes melhor que o antigo telescópio utilizado na captura de imagens deste tipo, o telescópio solar Richard B. Dunn, localizado no Novo México. A fotografia atual foi tirada no dia 10/12 do ano passado, em Haleakalā, uma das menores ilhas de Maui, no Havaí.

Fotos: Reprodução

Posts Relacionados

Deixe um comentário