OSCAR 2018 – OS LOOKS DO TAPETE VERMELHO

Com poucos looks pretos e nada de rosas brancas, as manifestações no tapete vermelho do Oscar se resumiram aos brochinhos do #TimesUp. Agora produção careta... ah, isso teve de sobra! Espia aqui quem se salvou.

Aconteceu ontem (04/03) a entrega do Oscar 2018, e como já esperávamos, assim como nas últimas premiações de cinema e tevê, teve engajamento com o #TimesUp, movimento contra o assédio sexual. Mas se para o Globo de Ouro as atrizes combinaram de usar looks pretos, e de carregar uma rosa branca no Grammy, para o Oscar não teve nenhum dress code específico – ao invés disso a causa foi simbolizada por um pequeno broche preso aos looks de gala.

E foi assim que os looks começaram a pipocar no tapete vermelho mais importante do entretenimento: totalmente… vermelhos! O vermelho total, aliás, é uma forte tendência na moda de rua, e na noite de ontem tomou conta das produções de Sofia Carson (acima, à esq.), em um longo Giambattista Valli, e de Allison Janney (acima, à dir.), que complementou o vestido Reem Acra com bolsa e sandálias também na mesma cor. Allison, aliás, levou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por “Eu, Tonya”.

Meryl Streep (acima) também entrou na onda dos vermelhos abertos, só não coordenou o tom da sua bolsinha.

Já entendemos que os looks monocromáticos estão em alta, né? E não existe um único caminho para se seguir essa tendência, e nem uma única cor. Jane Fonda (acima), por exemplo, arrasou todinha de branco. Poderosa é pouco pra ela, né? O vestido é Balmain.

Mary J. Brige (acima, à esq.) e Laura Dern (acima, à dir.) também engrossaram esse coro descolorido, ambas em longos assimétricos.

E daí vem Margot Robbie (acima), de Chanel, com bolsinha transparente só pra fazer um charme. Lacre, né? Chegou a ser curioso ver tantos looks brancos nesse tapete vermelho, considerando que o preto foi usado com muito propósito nas premiações que precederam o Oscar – será que tinha algum significado oculto nessas produções?

Camila Alves (acima) arriscou um volumão, nessa saia armada por várias camadas de tule.

Já deu de branco, né? Então morram de amores pelo rosinha claro usado por Saoirse Ronan (acima). O modelo sequinho e de tecido sem brilho terminava em uma longa cauda presa em um laçarote. O comprimento da peça, que deixava os pés à mostra, deu o tom moderno, jovem e inovador para uma festa de gala – uffa, precisamos de mais disso!

Falando em laços, Nicole Kidman (acima) desconstruiu toda sua silhueta com o enorme laçarote do modelo Armani Privé bem na região dos quadris. Gostamos!

De volta aos monocromáticos, Viola Davis (acima) de look rosa chiclete. Chique e divertida.

 

Zendaya (acima) cumpriu com méritos a difícil tarefa de arrasar em um modelo marrom e fez bonito no longo Giambattista Valli de um ombro só e ares anos 70.

Jennifer Lawrence (acima, à esq.) e Gal Gadot (acima, à dir.) levaram brilho para o tapete vermelho. JLaw, sempre pronta pra uma briguinha com os críticos de moda, escolheu mais um modelo sensual, este assinado pela Dior. Enquanto isso a nova  intérprete da Mulher Maravilha usou um modelinho Givenchy com cara de anos 20.

Mas agora diz: como superar ESTE BRILHO de Lupita Nyong’o (acima)? O vestido é Atelier Versace.

Alguém sentiu falta dos terninhos? Emma Stone (acima) salvou a noite com um conjunto de calça e paletó Louis Vuitton realçado pelo cinto de laço pink.

Uma das poucas a vestir look inteiro preto na noite, St. Vincent (aima) é como Rihanna: só ela pra segurar esse modelo curto, assimétrico e com uma manga bufantes.

Fotos: Getty Images e The Guardian

Posts Relacionados

Deixe um comentário