Dos eventos de moda mais aguardados do ano, o baile do Met aconteceu ontem em NY e misturou religião com moda em looks fascinantes. Espia os destaques aqui.

O que você esperaria de um Met Gala cujo tema é religião? Mais precisamente, “Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination” (Corpos Celestes: Moda e Imaginação Católica), o que podemos resumir em “a religião católica na moda”, algo que já foi amplamente explorado pelas principais marcas do mundo.
O resultado de tanta conexão entre a importância da roupa que vestimos com a devoção dos católicos foi bem representada pelas famosas nos looks escolhidos para um dos eventos mais importantes da moda: o Baile do Met. Realizado sempre nas primeiras segunda-feiras do ano, o baile marca a abertura de novas exposições de figurino do Museu Metropolitano de Nova York.
E assim aconteceu na noite passada (07/05), o tapete de cor crème brûlée se desenrolou para que as famosas o cruzassem com suas produções estrondosas, em visuais que as remeteram a verdadeiras imagens santificadas, com direito a capas, véus, caudas e até coroas.

Começando por Rihanna, anfitriã da noite ao lado de Amal Clooney. Como não poderia deixar de ser, Riri chegou apoteótica ao evento e fazendo uma referência àquilo que ela realmente é: uma papisa da moda. O look, que a transformou em uma versão feminina e fashionista de um papa, é Maison Margiela por John Galliano.

A gente sabe que qualquer outro look fica apagadinho depois disso, mas vamos tentar olhar com bons olhos para o modelón de Amal, assinado por Richard Quinn: calça comprida usada por baixo de uma enorme capa/saia mullet floral. O corpete cromado deu a impressão da advogada ter chegado um pouco atrasada ao evento do ano passado, que tinha a tecnologia como tema, mas…

 

Da turma que leva o tema bastante a sério, Lily Collins era uma versão moderna de santinha, com coroa estilizada, maquiagem com gota de sangue na bochecha, e um terço nas mãos. O look era Givenchy.

 

Kate Bosworth encarnou a imagem pura e santificada de uma Nossa Senhora da Moda, a bordo de um Oscar de la Renta.

 

De Prada, Rita Ora também encarou o visual santificado com a coroa de espinhos e flores pretas.

 

Mas se é coroa que vocês querem, então toma a Sarah Jessica Parker de Dolce & Gabbana! Ela levou um altar completo na cabeça.

 

Chefe de uma das marcas mais relacionadas à religião católica, Donatella Versace optou pelo volume da saia mullet para destacar suas botas de cano alto bordadas.

 

Madonna, sempre aguardadíssima, foi de Jean Paul Gaultier para manter a tradição de looks-escândalo. Desta vez ela optou por cobrir o rosto com um véu e chegou assim, segurando um buquê de rosas pretas. Like a virgin!

 

Que tal o look anja, da Versace, usado por Katy Perry? Ela teve que ir de conversível, já que carro nenhum era suficiente para suas asas…

 

Blake Lively, de Atelier Versace parecia saída do Vaticano direto pro Met. O vestido tinha fendas transparentes que deixavam os quadris à mostra, repararam? Preciosa!

 

Mais gótica do que santa, Bella Hadid escolheu um look de vinil Gareth Pugh e joias Chrome Hearts.

 

E a modelo ainda arrumou concorrente! Solange também trabalhou um visual semelhante – o seu assinado pela Iris van Herper.

 

Ariana Grande elegeu um tomara-que-caia Vera Wang estampado com o teto da Capela Sistina. O laço veio de brinde.

 

Jennifer Lopez era puro drama nesse Balmain com crucifixo no peito. E o cabelo curto, aprovaram?

 

Emilia Clarke trabalhou o tema direitinho, com direito a coroa de espinhos dourada e vestido milionário Dolce & Gabbana. Só podia ter pegado mais leve no blush…

 

Trio de Gucci é covardia, né? Mais temático que isso impossível: Alessandro Michele (diretor criativo da marca) acompanhado de Lana Del Rey e Jared Leto.

 

Da série “casais que amamos”: Susie Bick e Nick Cave. É muita elegância.

 

Aqui, Grimes com Elon Musk.

 

Paralelo a tantas homenagens a santos, papas e até à capela Sistina, Zendaya foi vestida de Joana D’Arc, em produção assinada pela Versace. Arrasou ou exagerou?

 

Outras duas que também parecem ter prestado homenagem à guerreira foram Shailene Woodley (de Ralph Lauren) e Michelle Williams (de Louis Vuitton), ambas com produções prateadas que remetiam a armaduras.

 

Zoe Kravitz, de Saint Laurent, foi a garota cool do evento. A referência religiosa está na renda do vestido e no cabelo repartido ao meio e preso em um coque. Gostaram?

 

Sempre linda e elegante, independente de proposta e tema, Emma Stone foi de Louis Vuitton. A atriz optou, mais uma vez, por um look que remete a modelagens e recortes de casaco, ao invés de um vestido fluido.

 

Diane Kruger comoveu o público com o seu azul claro da Prabal Gurung. Mais uma de véu no rosto.

 

Depois de um hiato de nove anos, Kate Moss cruzou novamente o tapete do evento. Discretinha, optou por um minivestido preto com gola de plumas da Saint Laurent. Poderia ser o Baile da Vogue, mas era do Met.

 

Alexa Chung também apostou no curtinho, o seu era branco e romântico da sua própria marca, a ALEXACHUNG.

 

Mas e quanto a Gisele Bündchen? Mais um Versace para a coleção de vestidos usados no Met Gala, e mais uma vez só “de bonita” ao invés de trabalhar o tema com mais afinco. E pra que carregar em joias e acessórios quando temos o Tom Brady ao lado?

 

As pessoas realmente se incomodaram com o fato das kardashians não darem muita trela para o tema da noite. Kylie Jenner de Alexander Wang, Kim de Versace e Kendall de Off-White. E então?

 

Quem também não deu a mínima pro tema foi Scarlett Johansson, que chegou de cabelo novo e vestido Marchesa. Caretona, hein?

 

Amber Heard mostrou como adotar o tema sem precisar vestir uma fantasia: colocou uma tiara na cabeça, e pronto! Ela foi uma das muitas famosas de vestido vermelho – o seu era Carolina Herrera.

 

Ela disputou o vermelho e cabeça trabalhada nos espinhos dourados com Anne Hathaway, que vestiu Valentino. As duas estavam bem alinhadas – qual você prefere?

 

Cindy Crawford e Depikaa Pakudone também vestiram vermelho, de Versace e Prabal Gurung respectivamente.

 

Na versão vermelho e rosa, Claire Danes e sua bolsinha Marni com plunas de pavão, e Katherine Langford, de capinha Prada. Pode-se dizer que as duas pareciam mais princesas do Oriente, não acham?

Fotos: Getty Images e reprodução

 

Posts Relacionados

Deixe um comentário