Quem viu, babou pela Nicole Kidman no Emmy na noite de domingo (17/09). E não teve muito como escapar das imagens da atriz, linda e loira, ganhadora das principais estatuetas da noite: a de Melhor Atriz em Minissérie ou Série de TV, pela sua atuação em “Big Little Lies“, e de Melhor Minissérie, que também foi […]

Quem viu, babou pela Nicole Kidman no Emmy na noite de domingo (17/09). E não teve muito como escapar das imagens da atriz, linda e loira, ganhadora das principais estatuetas da noite: a de Melhor Atriz em Minissérie ou Série de TV, pela sua atuação em “Big Little Lies“, e de Melhor Minissérie, que também foi pra BLL, da qual Kidman é produtora executiva. Ou seja, só deu ela!

Mas nós não conseguimos mesmo foi tirar os olhos de seu vestido vermelho, assinado por Raf Simons para a Calvin Klein by Appointment – novo setor da marca para confecção de vestidos sob medida, seguindo o conceito de alta-costura francesa e restrito ao ateliê da marca em Nova York. É aquele tipo de peça que podemos considerar uma joia por si só!
Nicole, com sua silhueta longilínea, conseguiu dar mais ênfase ao visual bailarina proposto pela saia rodada do modelo, que era tão vermelho quanto o tapete estendido na porta do teatro onde aconteceu a premiação.
Um detalhe, porém, desconcertou os jornalistas de moda: a sandália usada pela atriz, carregada de pedrarias, tinha um pé diferente do outro.

Em uma das sandálias o detalhe brilhante era visto na tira sobre os dedos do pé, enquanto na outra o detalhe estava na tira do tornozelo. Como nessas ocasiões não há espaço para erros, a proposta foi lançada pela Calvin Klein by Appointment.

Ainda com mais ares de bailarina, também em um Calvin Klein by Appointment, Millie Bobbie Brown, de “Stranger Things“, passou linda pelo tapete vermelho do Emmy em busca da façanha de, aos 13 anos, ser a mais jovem a levar a estatueta de Melhor Atriz. Não foi dessa vez, mas ela sem dúvida entrou para o time de atrizes mais bem vestidas do Emmy 2017.
O charme simples do vestido todo branco, de saia rodada de tule e corpete tomara que caia, foi pontuado pela bandana amarrada na cintura, símbolo do movimento #TiedToghether que a Calvin Klein apresentou no desfile de inverno 2017, quando Raf Simons estreou na marca. O detalhe foi utilizado por muitos fashionistas na época para marcar o símbolo de inclusão na moda.

Sob outro ângulo, conferimos o modelo de costas e a completa falta de acessórios – que não fizeram nenhuma falta, diga-se.

Mais uma vez o sapato ganhou destaque na produção! Também, pudera, comprimentos subiram e muitos pezinhos foram revelados nesse tapete vermelho. Ou seja, nova tendência detectada, o que deve mudar um pouco o jogo dos vestidos de festa usados pelas famosas. Vamos ficar de olho…

Fotos: Getty Images

Posts Relacionados

Deixe um comentário