A estampa de jornal e seu impacto na moda

Criada por Elsa Schiaparelli em 1935, a estampa de jornal se tornou um clássico que faz notícia daqueles que a usam. De Carrie Bradshaw a Lila Moss e, claro, John Galliano - leia essa história!

Lila Moss (abaixo, à esq.), filha de Kate Moss (abaixo, à dir.), já deu os primeiros passos na carreira de modelo e tem feito aparições ao lado de sua mãe em eventos grandes, como nesse último desfile masculino da Dior.

Sentada na primeira fileira, ela chamou a atenção dos fotógrafos a bordo de um vestido da marca – que nos trouxe doces memórias de… Carrie Bradshaw!

 

estampa de jornal e seu impacto na moda.jpg

 

A protagonista de “Sex and the City” eternizou a estampa de jornal no 17º episódio da terceira temporada do seriado (que foi ar ar em outubro de 2000), nesse vestido de alça bem justinho que usou para encontrar sua “rival”, Natasha.

 

estampa de jornal e seu impacto na moda.jpg

 

De tão icônica, a criação de John Galliano para a coleção de inverno 2000 da marca, ressurgiu no filme “Sex and the City 2” – servindo como um belo incentivo para as mulheres reutilizarem suas roupas antigas.

Mas a verdade é que a peça carrega uma mensagem muito forte por meio de sua estampa. Se você reparar bem, vai notar que o rosto do estilista surge como se fosse uma notícia do jornal. Na época o escândalo de sua demissão da grife francesa ainda não havia estourado, portanto não deixa de ser uma coincidência.

A ideia de Galliano para a estampa veio de uma outra versão ainda mais antiga, criado originalmente por Elsa Schiaparelli, em 1935, com reportagens de jornal sobre sua marca.

Desde então, quem usa a estampa de jornal vira mesmo notícia – não que Kim Kardashian precise de um empurrãozinho pra aparecer…

 

estampa de jornal e seu impacto na moda.jpg

 

Fotos: Reprodução

Posts Relacionados

Deixe um comentário