Tem muita história curiosa por trás da boina, esse chapeuzinho característico dos franceses. Quer saber por onde ele passou até chegar na moda? Leitura cultural...

A boina é aquele chapéu característico da cultura francesa que mais parece uma panqueca quando colocado na cabeça. Extremamente prática, ela é quente, protege da chuva e pode ser facilmente guardada dentro da bolsa e até de um bolso.

Mas apesar de sua associação com o país, ele nunca reivindicou a invenção da boina, que é amplamente usada em diversas partes do mundo há muito tempo. Existe até uma lenda que diz que a boina foi inventada por Noé enquanto navegava com sua arca em meio a uma grande tempestade. Ele teria transformado a lã pisoteada no curral de ovelhas em feltro, cortado um círculo para proteger sua cabeça, e assim criado a primeira boina da história.

 

 

O link com a França vem do fato que foram os pastores do século XVII que popularizaram o acessório nas regiões francesas. Eles perceberam que da mesma forma como a lã protegia as ovelhas do sol, vento e chuva, essa matéria-prima poderia fazer o mesmo por eles.

A princípio a lã era usada para aquecer seus pés, e a compressão de andar sobre ela, somado à umidade do chão, transformou esse material em feltro. Daí surgiram as primeiras boinas.

 

 

Foi só nos anos de 1800 que a produção em massa de boinas nesse formato que conhecemos hoje começou. Nas primeiras tiragens seu topo era tricotado à mão, e esse pequeno rabinho bem no alto do chapéu nada mais era que a extremidade das fibras. Esse detalhe no acessório foi mantido até os dias de hoje apenas por uma questão de design.

Com o avanço da industrialização, surgiu uma abundância de boinas e muitos operários utilizavam o acessório, que acabou se transformando no chapéu oficial do trabalhador.

Em 1889 os militares franceses fizeram da boina parte do uniforme de sua infantaria de elite chamada “Chasseurs Alpins”, por traçarem rotas nos alpes e regiões altas e frias. No início dos anos 1900, a boina passou a ser usada por muitos artistas com poucos recursos e renda.

Durante a Primeira Guerra Mundial, um general britânico percebeu que com boinas os homens podiam escalar a pequena escotilha dos tanques de guerra sem tirar o chapéu, e a partir de então a boina virou parte do uniforme militar em muitos outros países – curioso, né?

 

 

Tradicionalmente, a boina era um chapéu de homem. Mas eis que na década de 30 uma mulher chamada Coco Chanel se tornou famosa por adaptar roupas masculinas ao vestuário feminino. A boina veio junto, e em seguida foi usada por estrelas do cinema, como Greta Garbo e Brigitte Bardot. Desde então, a boina se tornou objeto de moda.

 

 

Mais recentemente, a boina voltou com força total após ser introduzida pela Dior em uma de suas coleções de 2017. Seu propósito já não é o mesmo, uma vez que as novas boinas foram desenvolvidas com novos materiais como o couro, mas como sabemos muito bem, na moda tudo gira em torno do estilo! E independente de qualquer coisa, ainda hoje, quando batemos os olhos em uma garota de boina, é o estilo francês que logo nos vem à mente.

 

 

Veja algumas opções de boinas modernas que encontramos no MorumbiShopping.

1. Boina de lã com pompom multicolorido da Forever 21 / 2. Boina de couro sintético da Forever 21 / 3. Boina de lã tweed p&b da Forever 21 / 4. Boina de veludo cinza da Glida.

Produção: Aline Prado

Fotos: Reprodução e Aline Prado

Posts Relacionados

Deixe um comentário