MULHER DE CABEÇA RASPADA – É DAS CARECAS QUE ELAS GOSTAM MAIS!

Mulher de cabeça raspada foi, por muito tempo, símbolo de rebeldia. A cantora irlandesa Sinead O’Connor, carequinha de longa data, popularizou o visual, chacoalhou os anos 80 e plantou a dúvida sobre sua orientação sexual – imagina só, tudo era muito diferente naquela época! Não chegou a se tornar uma tendência de beleza, mas depois do ícone Sinead várias outras moçoilas se renderam à maquininha em […]

Mulher de cabeça raspada foi, por muito tempo, símbolo de rebeldia. A cantora irlandesa Sinead O’Connor, carequinha de longa data, popularizou o visual, chacoalhou os anos 80 e plantou a dúvida sobre sua orientação sexual – imagina só, tudo era muito diferente naquela época! Não chegou a se tornar uma tendência de beleza, mas depois do ícone Sinead várias outras moçoilas se renderam à maquininha em nome da sétima arte.

Demi Moore foi uma delas, que para viver a soldado Jane em “Até o Limite da Honra” (1997) teve que abrir mão da cabeleira. No longa de Ridley Scott, Demi luta pelos direitos de igualdade de gêneros.

Junto com Demi, Sigourney Weaver, Emma Thompson, Charlize Theron e Natalie Portman são outras famosas que também sentiram o gostinho da máquina na cabeça e curtiram o visual mesmo depois de terminarem as gravações de seus longa metragens.
Aqui no Brasil, quem viveu acompanhou o drama de Camila, personagem de Carolina Dieckman na novela “Laços de Família” (2000), que teve a cabeleira raspada frente às câmeras. Um clássico!

Mas uma coisa é ficção, e outra, bem diferente, é a vida real. Prova de que o look cabeça raspada já não carrega tanta rebeldia como no passado, são as tantas garotas moderninhas que têm aderindo à ele – modernas com muita atitude, claro.

Amber Rose e Jessie J foram duas famosas que ajudaram a aproximar o visual das garotas reais. Elas não apenas passaram a máquina em toda a cabeleira como também descoloriram o pouco de comprimento que sobrou na cabeça.

Passado um tempinho, veio a Kristen Stewart e… pow! Cabelo raspado e também descolorido. A atriz potencializou esse visual com seus carões sempre impecavelmente maquiados.

Logo em seguida foi Cara Delevingne quem reforçou o coro das carecas moderninhas, associando o visual a looks românticos. Ela provou, de uma vez por todas, que cabeça raspada pode, sim, ser muito feminina!

Fotos: Getty Images, People, JustJared.

Posts Relacionados

Deixe um comentário