Receita de pão australiano - Rita Lobo

Por Rita Lobo – Blog Pitadas

Chegou dezembro. Então é Natal, é isso? Difícil falar de outro assunto, principalmente na gastronomia: o cardápio da ceia dá o que falar. Lá no blog Pitadas a gente tem tratado bastante do assunto, sugerindo desde receita dos clássicos, passando por situações específicas, como a da ceia para um casal e até a sugestão de preparos para as entradinhas da noite e também para os drinques.

Outra ideia animadora para esta época é fazer da comida um presente. Uma comidinha que você mesmo prepara, claro, e então embala e oferece. É um gesto muito simpático e, nesses tempos de corre-corre, surpreendente.

A gente testou e publicou algumas receitas, já com dica de embalagem. Teve chutney de manga, azeitona temperada, geleia de damasco com laranja, bolo inglês com castanha-do-brasil e biscoitos de gengibre - este último fez um sucesso danado.

Falando em sucesso, se tem uma receita que todo mundo me pede é a do pão australiano, aquele escuro, macio e docinho. Você também é fã? Espero que sim, pois selecionei exatamente este preparo, devidamente testado segundo os métodos do Panelinha, para publicar aqui em primeira mão, também como sugestão para presentear no Natal – a tábua é parte do presente; passe um bom laço de fita para fazer a embalagem ficar mais festiva. A receita segue abaixo.

Pão Australiano

Tempo de preparo: 20 minutos + 3 horas de descanso + 30 minutos para assar

Rende 2 pães de 400 g cada

Ingredientes

2 xícaras (chá) de farinha de trigo

1 xícara (chá) de farinha integral

1 xícara (chá) de farinha de centeio

1 colher (sopa) de cacau em pó

1 colher (sopa) de sal

3 colheres (sopa) de açúcar mascavo

10 g de fermento biológico seco (1 saché)

50 g de manteiga

¼ de xícara (chá) de melaço de cana

1 xícara (chá) de água morna

fubá para polvilhar

Modo de preparo

1. Numa tigela grande junte todos os ingredientes da receita, exceto a água e o fubá. Com uma colher, misture e vá regando com a água, até que dê para a trabalhar a massa com as mãos. Raspe bem o fundo da tigela e incorpore a massa que fica grudada para não desperdiçar nada.

2. Polvilhe uma superfície lisa e limpa com farinha. Transfira a massa e sove por cerca de 15 minutos: faça movimentos contínuos, dobrando a massa sobre ela mesma, até ficar elástica. Para verificar, aperte com o dedo indicador: se ficar amassada, precisa sovar mais um pouquinho; se voltar, está no ponto.

3. Polvilhe a tigela com um pouco de farinha, volte a massa para e cubra com um pano de prato úmido. Deixe descansar por 2 horas em um local mais quente, como sobre a geladeira ou perto de forno (isso ajuda a massa a crescer mais rápido). Ela precisa dobrar de tamanho. Às vezes, especialmente no frio, leva um pouco mais de tempo.

4. Hora de moldar a massa! Transfira para a bancada limpa e lisa, polvilhada com farinha de trigo. Corte a massa no meio e posicione o corte de frente para você. Com as duas mãos, role a massa (para frente e para trás), até alongar um pouco e ficar com um formato de filão. Repita o procedimento com a outra metade.

5. Polvilhe uma assadeira antiaderente generosamente com fubá e coloque os pães moldados nela, deixando bastante espaço entre eles — ainda vão crescer. Cubra com o pano úmido e deixe descansar por mais 1 hora.

6. Faltando 20 minutos, preaqueça o forno a 180 ºC (temperatura média).

7. Retire o pano, polvilhe os pães com mais fubá e leve para assar por cerca de 30 minutos. Retire do forno e transfira para uma grelha, caso não vá servir a seguir.

Serviço: A tábua Bamboo (38 x 26 cm) custa R$ 99 na Spicy.

Foto: Gilberto Oliveira Jr. / Editora Panelinha

*Veja também: Petisco de camarão com maionese caseira

Mari Lemos é jornalista, trabalhou com Erika Palomino na revista KEY, no caderno Vitrine da Folha de S. Paulo, e como redatora do site Petiscos, da Julia Petit. Hoje edita o Blog do MorumbiShopping.